Matheus Oliveira: Testemunhas de Jeová servem a quatro Deuses

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Testemunhas de Jeová servem a quatro Deuses

Engraçado. Eles negam a Trindade e negam a divindade de Jesus. Mas, em compensação, eles servem a quatro deuses: um deus limitado, um deus ladrão, um deus enganador e um deus derrotado.
1) Um deus limitado
Ao mesmo tempo em que eles falam que Deus é Todo-Poderoso, eles também ensinam que esse mesmo Deus não é Onisciente.
No livro Raciocínio a Base das Escrituras, na página 117 tem um subtítulo que diz:“Quando Deus criou Adão, será que sabia que Adão ia pecar?”
E ainda diz: “Incentivaria seus filhos a empreender um projeto com um futuro maravilhoso, sabendo de início que estava destinado ao fracasso? Avisaria sobre um dano, sabendo ao mesmo tempo que você havia planejado tudo de modo que certamente lhes resultaria em aflição? É, pois, razoável atribuir isso a Deus?”
2) Um deus ladrão
Para negar a ressurreição corporal de Cristo, vejam o que dizem as Testemunhas de Jeová: “Então, que aconteceu com o corpo carnal de Jesus? Não encontraram os discípulos o seu túmulo vazio? Sim, porque Deus removeu o corpo de Jesus… Jeová achou bom remover o corpo de Jesus” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra – pág. 144).
Se seguirmos o raciocínio das Testemunhas de Jeová, então os sacerdotes estariam certos quanto ao roubo do corpo de Jesus, mas estariam enganados quanto ao autor do roubo. Seriam os apóstolos. Não seria Deus (Mt 28. 12,13). Negar a ressurreição corporal de Cristo é pregar um outro evangelho. É anátema (Gl 1.8,9).
3) Um deus enganador
Ainda em relação ao corpo de Cristo, eles alegam que Jesus usava como disfarce um outro corpo com as marcas de ferimentos. Vejamos: “Embora aparecesse a Tomé num corpo similar ao que fora morto, ele assumiu também corpos diferentes ao aparecer a seus seguidores. De modo que Maria Madalena de início pensou que Jesus fosse um jardineiro. Em outras ocasiões seus discípulos não o reconheceram logo” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra – pág. 145).
Em nenhum momento Jesus disse que se materializava em outro corpo (Jo 20.27-29).
Com relação à Maria Madalena, ela não o reconheceu porque estava escuro (Jo 20.1). Maria só reconheceu a Jesus depois que ele a chamou pelo nome (Jo 20.16).
E o que dizer dos dois discípulos que estavam a caminho de Emaús? Aqueles discípulos de início não reconheceram a Jesus porque “os olhos deles estavam como que fechados” (Lc 24.16). Mas quando os seus olhos foram abertos, eles o reconheceram (Lc 24.31). Não era o corpo de Jesus que estava disfarçado; eram os olhos dos discípulos que estavam encobertos.
Por isso que as Testemunhas de Jeová pregam um “deus” enganador, pois a doutrina jeovista diz que Deus enganou os discípulos com um falso corpo ressurreto de Jesus e com as mesmas marcas da crucificação.
4) Um deus derrotado
No capítulo 4 do livro de Daniel é relatado que o rei Nabucodonosor teve um sonho de uma grande árvore. As Testemunhas de Jeová dizem que esta árvore representava o Reino de Deus. Vejamos: “Assim, de um modo mais importante, esta árvore, cuja altura chega ao céu, passa representar o reinado supremo de Deus… Mas, como e quando foi ‘cortado’ o reinado de Deus? De modo que o reinado de Deus, conforme representado pela ‘árvore’, foi cortado em 607 A.E.C.” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, págs. I39, 140).
Dizer que o Reino de Deus foi cortado e caiu, é atribuir vitória de Satanás sobre Deus, que é o único que tem interesse em tomar o seu trono (Is 14.13,14). O único reino que foi derrubado foi o reino de Satanás (Lc 10.18).
Em nenhum momento a Bíblia diz que a árvore do sonho de Nabucodonosor seja o Reino de Deus. Está bem clara que a árvore simboliza o próprio Nabucodonosor (Dn 4.20-22). E todo sonho se cumpriu literalmente na vida do rei (Dn 4.28-33).
Será mesmo que nós é que somos doentes mentais?

Renato Paúra - GOSPEL PRIME
Comentarista do:
Os ex Testemunhas de Jeová são “doentes mentais”, diz revista da própria religião

Artigos Relacionados

0 Comentários:

Postar um comentário

Leu? Agora avalie e deixe um breve comentário. CG

Arquivo do blog