Matheus Oliveira: Relacionando-se com o Espírito (João 16.5-15)

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Relacionando-se com o Espírito (João 16.5-15)

Introdução.

  • Duas ações importantes do Espírito Santo de Deus em nós: convencer-nos de pecado e revelar Jesus Cristo em nós.
  • A primeira ação tem a ver com o que nós somos, com a nossa natureza, com o nosso coração, com os nossos desejos mais íntimos, com a nossa rebeldia, com a nossa iniquidade, com a nossa queda.
  • O pecado é a marca que carregamos de que fizemos uma opção por nós mesmos, pela autonomia, e não por Deus. Preferimos o fruto do conhecimento do bem e do mal, do que a vida que vem do próprio Deus.
  • Como seres autônomos e rebeldes, achamos que não somos tão pecadores assim. O Espírito trabalha para nos convencer o contrário.
  • Pecado é sempre uma atitude oposta a vontade de Deus.
  • A nossa tendência natural é para o pecado.
  • A segunda ação do Espírito tem a ver com o revelar Cristo em nós, levando-nos a nos parecer com ele. A revelação do Filho de Deus em nós tem como propósito nos conduzir à sua semelhança.
  • O fruto do Espírito produzido em nós é o caráter de Jesus Cristo
Quatros atitudes que podemos tomar para com o Espírito Santo.
1. Entristecê-lo. 
Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção (Ef 4.30a).
O Espírito é uma pessoa, não meramente uma energia, uma força, uma ideia, mas uma pessoa que mora em nós e nos tem como templo: Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito Santo de Deus vive em vocês (1Co 3.16).

O que entristece o Espírito é o pecado.
Algumas práticas pecaminosas que entristecem a pessoa do Espírito (v.31):
Amargura. É a disposição (interior) de uma pessoa com a língua aguda como uma flecha afiada como uma navalha.
Indignação (cólera ou fúria). É um forte sentimento antagonismo que é expresso por meio de tumultuosa explosão.
Irá. Indignação dominante, quando o coração explode como uma fornalha ardente.
Gritaria. É a explosão violenta de uma pessoa que perde completamente seu autocontrole e passa a agredir outros com gritos.
Calúnia. O abusivo ofensivo uso da língua.
Maldade (malícia). A má inclinação da mente, a perversa ou vil disposição que se deleita mesmo em causar prejuízo ou injuriar ao próximo.

A orientação de Paulo é de que devemos nos livrar de tudo isso.

"Quando manifestamos uma disposição que não é a do Cordeiro, especialmente em nosso relacionamento com os outros, nós o entristecemos" (Roy Hession).

2. Resisti-lhe.
"Povo rebelde, obstinado de coração e de ouvidos! Vocês são iguais aos seus antepassados: sempre resistem ao Espírito Santo!" (At 7.51)

De que forma se dá essa resistência?
Quando o Espírito nos convence de pecado recusamos consider como pecado o que ele considera pecado.
Dizer sim ao convencimento do Espírito é dizer sim à necessidade de arrependimento e de mudança.

Arrependimento significa "reforma a conduta".
O nosso orgulho prejudica a aceitação da exortação, principalmente vida de um irmão.

3. Apagá-lo.
Não apaguem o Espírito (Não atrapalhem a ação do Espírito Santo) (1Ts 5.19).
Não podemos impedir a ação do Espírito Santo na Igreja. No entanto, podemos apagá-lo, atrapalhar a sua ação, por meio de nossas atitudes carnais.

4. Sermos Cheios do Espírito.
Não se embriaguem com vinho, que leva a libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito (Ef 5.18).

Quando, convencidos pelo Espírito, não os entristecemos com nossas práticas pecaminosas e nossa rebeldia, e não atrapalhamos sua ação em nós e na igreja, nos abrimos, assim, ao seu enchimento, à sua ação santificadora em nós.

Conclusão: A vida cristã, a verdadeira vida do discípulo só pode ser experimentada num relacionamento com a pessoa do Espírito. Se o Espírito não estiver agindo em nós, teremos apenas uma conduta religiosa, mas sem vida e alegria.
A maior experiencia com o Espírito que alguém pode ter é experimentar do caráter de Jesus Cristo, sentido a leveza no ser de não carregar o fardo do pecado.

Artigos Relacionados

0 Comentários:

Postar um comentário

Leu? Agora avalie e deixe um breve comentário. CG