Matheus Oliveira: PÉRGAMO, CATOLICISMO E IURD: IGREJAS CASADAS COM O MUNDO

sábado, 30 de junho de 2012

PÉRGAMO, CATOLICISMO E IURD: IGREJAS CASADAS COM O MUNDO



Ninguém será capaz de apagar da história da igreja o tempo da venda das indulgências. O escândalo da venda do perdão de Deus, além da libertação do “purgatório” ou do “limbo”, está marcado como uma cicatriz indelével na igreja de Cristo. 
Naquele tempo, a Igreja namorou e casou com o mundo, desejando suas riquezas e suas glórias. Empreendeu grandes construções, comprou muitas terras, subjugou muita gente. As pessoas eram escravas da mentira da igreja enquanto a própria igreja era escrava do mundo.
Todavia, se hoje criticamos a igreja romana daquele tempo por vender o perdão de Deus, o que diríamos da igreja de hoje que vende as bênçãos de Deus? Os tempos mudaram, mas a ganância não.

Igrejas neopentecostais (IURD, IMPD, IIGD, Renascer, e todas as que aderem à Teologia da Prosperidade – a lista é grande!) não possuem nenhuma diferença da igreja romana da Idade Média. Esta, enganava dizendo que, pelas ofertas à Sé Romana, seriam abençoados; aquelas, enganam dizendo que, pelas ofertas à tal igreja, prosperarão.
O flerte da Igreja para com o mundo nunca foi maior do que no tempo em que vivemos. 
Quando, no Apocalipse, Cristo se dirige às sete igrejas, uma em especial me chama a atenção. É a igreja em Pérgamo. A carta se encontra em Ap 2.12-17. O tom da carta é terrível. A igreja em Pérgamo era uma igreja casada com o mundo.
O verso 15 descreve o mundanismo dentro daquela igreja. Eles abraçavam doutrinas estranhas à fé! No verso 16 Cristo diz a eles: “Arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca”
A única palavra para as igrejas que abraçam doutrinas estranhas à fé é “Arrepende-te”. Não há outra mensagem. Não há como tratá-las com “respeito e carinho”. São estranhos à fé falando de fé. Devem corrigir-se! Reformar-se! Se não, devemos acusar sua prática de perverter a fé a fim de que os novos na fé (e os inconstantes) não caiam em seu engano.
Sempre houve na história do cristianismo igrejas que namoram com o mundo. Pérgamo, Catolicismo Romano, IURD, etc. Estas igrejas têm seu foco no mundo. É por isso que as pessoas dentro delas não abandonam o mundo (aqui entendido como uma esfera imoral e hipócrita). O mundo não é confrontado. As pessoas se agradam do mundo, acomodam-se aos seus desejos, e acompanham o seu caminho.
Se você é alguém que tem namorado com o mundo, estas são as palavras de Cristo pra você: “Arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora”. Ou se arrependa do seu mundanismo, ou caia fora da igreja de Cristo. Por que, se você ficar dentro dela, Cristo vem sem demora contra você para a sua tristeza. 
“Quem avisa amigo é”.


Pr Wilson Porte Jr.

Artigos Relacionados

0 Comentários:

Postar um comentário

Leu? Agora avalie e deixe um breve comentário. CG

Arquivo do blog